Peça do mês de Outubro de 2016

Comemorações da Proclamação da República
6 Outubro, 2016
Artigo em Jornal O Alpiarcence – 1 de Outubro de 2016
25 Outubro, 2016

Peça do mês – Outubro
Porta-cartas Viva a República Portuguesa
Cerâmica Vidrada
Século XX
Manuel Gustavo Bordalo Pinheiro
20 cm x 13,5 cm
CP – MA
Inv. Nº 85.127

No mês em que se assinala a implantação da República, escolhemos divulgar uma peça sempre presente na biblioteca de José Relvas: um porta-cartas da autoria de Manuel Gustavo.
Filho de Rafael Bordalo Pinheiro, Manuel Gustavo, nasceu em Lisboa, a 20 de Julho de 1867 e faleceu nas Caldas da Rainha a 8 de Setembro de 1920, aos 53 anos.
Em 1905, após a morte de seu pai, abandona a actividade de ilustrador e dedica-se exclusivamente à gestão da Fábrica de Faianças das Caldas da Rainha. Em 1908, vai fundar outra fábrica, a Fábrica Rafael Bordalo Pinheiro.
A peça apresentada mostra as cores da bandeira nacional, verde escuro e vermelho. No centro podemos ver o escudo das armas nacionais sobre a esfera armilar que está rodeada por dois ramos de loureiro que estão presas com um laço branco, onde se pode ler a famosa frase de Luís Vaz de Camões: Esta é a ditosa pátria minha amada. Na base da peça existe outra inscrição onde podemos ler: Viva a República Portuguesa. Junto a esta última encontra-se a assinatura de Manuel Gustavo Bordalo Pinheiro.
A bandeira aqui apresentada é o Estandarte Nacional ou Bandeira Militar e está presente em todas as unidades militares portuguesas. Esta distingue-se da Bandeira Nacional por ser quadrada e pelos ramos de loureiro que rodeiam a esfera armilar.

Foto – Ana Bento