Peça do Mês – Novembro 2017

Evocação do 88.º Aniversário da morte de José Relvas
28 Outubro, 2017

Carlos Relvas monta o cavalo pérola – Alverca do Campo – Golegã

Óleo sobre tela

José Malhoa

1890

34 cm x 38 cm

CP – MA

Inv. Nº 84.37

Neste mês de Novembro, voltamos à Golegã. A feira de S. Martinho, que em 1972 passou a ser chamada Feira da Golegã, começou a destacar-se nos concursos hípicos e nas competições de raças a partir do século XVIII, mas foi no século XIX, com base na valorização agrária da região, que a Golegã voltou a impor-se. Duas pessoas contribuíram para o destaque desta feira: Carlos Relvas, (um dos pioneiros da fotografia em Portugal, proprietário agrícola, cavaleiro tauromáquico, inventor e grande amigo do Rei), e o seu filho, José Relvas. Homenageando então esta Feira, decidimos apresentar uma obra que retrata Carlos Relvas, e que foi realizada por José Malhoa, um dos artistas preferidos do proprietário da Casa dos Patudos.

José Malhoa nasceu nas Caldas da Rainha, a 23 de Abril de 1855, aos 12 anos entrou para a Real Academia de Belas Artes de Lisboa onde foi aluno de Lupi e Anunciação entre muitos outros, tendo terminado o curso em 1875. Malhoa foi um dos fundadores do Grupo do Leão e o 1º Presidente da Sociedade Nacional de Belas Artes. Faleceu em Figueiró dos Vinhos, terra que descobriu em 1883, a 26 de Outubro de 1933.

A obra escolhida para este mês de Novembro retrata Carlos Relvas montando um dos seus cavalos, o Pérola. Carlos Relvas encontra-se vestido com um fato de montar e chapéu de cor cinzenta. Em segundo plano, uma paisagem campestre que representa a Alverca do Campo, na Golegã.

Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça